Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Início
Início do conteúdo da página
Mulher na Ciência

Ação de extensão debateu acerca do tema da Mulher na Ciência

Publicado: Quarta, 21 de Outubro de 2020, 15h45 | Última atualização em Quarta, 21 de Outubro de 2020, 16h14

 

Em 17 de outubro de 2020, sábado, a partir das 18h00, aconteceu, de modo virtual, uma atividade de extensão que teve como tema central a inserção da Mulher na Ciência – tanto em termos históricos, quanto na atualidade – e que foi organizada pela equipe de bolsistas do projeto de extensão “Atividades audiovisuais de divulgação científica e cultural mediadas pela internet” que ocorre no âmbito do campus de Caraguatatuba do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), sob a coordenação do professor Ricardo Roberto Plaza Teixeira.

Foto: Pesquisadores e estudantes debatem acerca do papel da Mulher na CiênciaFoto: Pesquisadores e estudantes debatem acerca do papel da Mulher na Ciência

 Esta atividade contou com a participação da professora Iara Leme Russo Cury, da professora Andressa Silva Gomes, da professora Gabriela de Oliveira e do professor João Lúcio de Barros. A estes 4 professores que aceitaram gentilmente o convite para participar desta ação, todos os estudantes que organizaram esta ação são muito gratos.

Foto: Imagem feita pela bolsista Lais Rodrigues Ramos para a divulgação do eventoFoto: Imagem feita pela bolsista Lais Rodrigues Ramos para a divulgação do evento

 Para a organização desta ação, ocorreu a participação ativa de estudantes orientados pelo professor Ricardo Plaza, em especial dos bolsistas de extensão Danilo Henrique Oliveira Souza, Vinicius Carvalho Rosa, Larissy Santos da Silva, Kaue Marques Barbosa, Lais Rodrigues Ramos e Sofia Kaiser Sant Ana de Jesus que colaboraram decisivamente tanto com o planejamento prévio deste evento, quanto para a sua execução no dia em que ele ocorreu.

Foto: Bolsistas de extensão Danilo, Kaue, Lais, Larissy, Sofia e ViniciusFoto: Bolsistas de extensão Danilo, Kaue, Lais, Larissy, Sofia e Vinicius

 A coordenação geral da realização deste evento coube ao bolsista Danilo que foi quem planejou-o e entrou em contato com os convidados. Além destes seis bolsistas de extensão já citados, outros bolsistas de projetos de pesquisa de iniciação científica, orientados pelo professor Ricardo Plaza, também colaboraram com a realização desta atividade.

Foto: Extensionista Danilo Henrique Oliveira SouzaFoto: Extensionista Danilo Henrique Oliveira Souza

 A atividade teve início com a apresentação dos bolsistas de extensão da equipe e do coordenador do projeto de extensão responsável pela ação, bem como dos professores convidados para o debate. Na sequência foi apresentado o vídeo “Mulheres cientistas na História” do canal “Nerdologia” do YouTube, com cerca de 8 minutos de duração e que está disponível para ser assistido clicando aqui.

Foto: Cena do vídeo “Mulheres cientistas na História” do canal “Nerdologia” do YouTubeFoto: Cena do vídeo “Mulheres cientistas na História” do canal “Nerdologia” do YouTube

 A extensionista Sofia então apresentou um vídeo curto dobre a matemática alemã Emmy Noether (1882-1935) intitulado “Quem foi Emmy Noether? - Mulheres na Matemática” com 3 minutos de duração e que está disponível para ser assistido aqui no link. Essa pesquisadora foi quem postulou o importante teorema de Noether que explica a conexão fundamental existente entre a simetria na física e as leis de conservação. Sofia também fez um breve relato sobre a carreira da física Marie Curie (1867-1934) que no começo do século XX ganhou duas vezes o Prêmio Nobel, uma vez na área da física e a outra vez na área da química. O extensionista Vinicius fez um relato sobre Katherine Louise Bouman (1989-) que é professora assistente de ciência da computação no Instituto de Tecnologia da Califórnia e foi uma das pessoas responsáveis pela reprodução da primeira imagem de um buraco negro que foi divulgada em abril de 2019. A extensionista Larissy expôs um pouco acerca da vida de Ada Lovelace (1815-1852) que foi uma matemática que escreveu o primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina de computar valores de funções matemáticas e que é considerada a primeira programadora de toda a história. Finalmente a extensionista Lais abordou um pouco a respeito da vida de Maria Firmino dos Reis (1822-1917) que é considerada a primeira romancista negra no Brasil e que em suas obras apresenta os escravos em pé de igualdade com os brancos, permitindo que eles mesmos contem sobre as suas tragédias.

Foto: Cena do vídeo apresentado sobre a matemática alemã Emmy NoetherFoto: Cena do vídeo apresentado sobre a matemática alemã Emmy Noether

 O extensionista Danilo apresentou na sequência o vídeo de uma palestra TED intitulada “Para Todas as Meninas na Ciência | Zélia Ludwig | TEDxRuaHalfeld” de 12 minutos e que pode ser assistido aqui no link. Este vídeo é apresentado pela física Zélia Ludwig que é doutora pela USP e docente da Universidade Federal de Juiz de Fora; neste vídeo ela procura refletir sobre como incentivar garotas a se interessarem pela ciência.

Foto: Palestra TED “Para Todas as meninas na Ciência” da física Zélia LudwigFoto: Palestra TED “Para Todas as meninas na Ciência” da física Zélia Ludwig

 A primeira intervenção de um dos convidados foi feita pela professora Andressa Silva Gomes que se graduou em licenciatura em química pela UNESP de Presidente Prudente e atualmente é mestranda em Ciência e Tecnologia dos Materiais também pela UNESP.

Foto: Professora Andressa Silva GomesFoto: Professora Andressa Silva Gomes

 A professora Andressa em sua apresentação abordou acerca da presença de mulheres negras no âmbito científico e sobre como é importante criar modelos e incentivos para que mais meninas e, em especial, meninas negras se sintam incentivadas a seguirem carreiras científicas. A professora Andressa também abordou o pensamento elitista e racista associado à ideia eugênica de branqueamento da pele: deste modo, se aproximar da ancestralidade negra, muitas vezes significa se “aproximar da senzala” e na prática sofrer discriminação.

Foto: Slide apresentado pela professora AndressaFoto: Slide apresentado pela professora Andressa

 A seguir ocorreu a intervenção da professora Gabriela de Oliveira que é graduada no curso de Licenciatura em Física da UNESP de Presidente Prudente. Em sua fala, a professora Gabriela abordou acerca da importância do sentimento de pertencimento e das dificuldades que enfrentam as mulheres que decidem realizar cursos que ainda hoje têm uma predominância maior de estudantes do gênero masculino, como é o caso do curso de Física.

Foto: Professora Gabriela de OliveiraFoto: Professora Gabriela de Oliveira

 A professora Gabriela desenvolve um projeto intitulado “Mina da Física” ( disponível clicando aqui no link ) que é definido como sendo “um cantinho perdido e colorido no instagram para falar de Física de uma maneira diferente e mostrar que ciência é lugar de mulher!” Na respectiva página “Mina da Física” do instagram ( disponível clicando aqui no link ) há uma publicação interessante, segundo a qual “É coisa de menina: Ganhar 2 [Prêmios] Nobel”, seguida de uma foto da cientista Marie Curie.

Foto: Publicações da “Mina da Física” no InstagramFoto: Publicações da “Mina da Física” no Instagram

 Na sequência, aconteceu a intervenção da professora Iara Leme Russo Cury que é graduada em Geografia e Pedagogia, mestra em Geociência e Meio Ambiente e doutora em Geografia pela UNESP, além de atualmente ser docente do campus de Bragança Paulista do IFSP.

Foto: Professora Iara Leme Russo CuryFoto: Professora Iara Leme Russo Cury

 Em sua fala a professora Iara procurou traçar um panorama histórico acerca da evolução da presença das mulheres nas áreas científicas e, em particular, sobre as dificuldades enfrentadas neste processo. Ela explanou um pouco também a respeito do projeto “Mulheres de Energia” realizado sob a sua coordenação no âmbito do campus de Bragança Paulista do IFSP e, em particular, sobre o curso de extensão de auxiliar de eletricista voltado para mulheres em situação de vulnerabilidade social, sobre o qual foi exibido um breve vídeo de apresentação.

Foto: Cena do vídeo sobre o projeto “Mulheres de Energia”Foto: Cena do vídeo sobre o projeto “Mulheres de Energia”

 Finalmente, ocorreu a intervenção do professor João Lúcio de Barros que é engenheiro mecânico, mestre em Ciência dos Materiais pela UFSCar e doutor em Ciências Ambientais pela UNESP, além de ser atualmente docente do campus de Sorocaba do IFSP.

Foto: Professor João Lúcio de BarrosFoto: Professor João Lúcio de Barros

 Em sua fala o professor João Lúcio ressaltou acerca da importância da diversidade no ambiente acadêmico e relatou um pouco acerca do projeto "Meninas Cientistas: divulgando o conhecimento" desenvolvido no âmbito do campus de Sorocaba do IFSP.

Foto: Alunas bolsistas do projeto de extensão “Meninas Cientistas” do IFSP-SorocabaFoto: Alunas bolsistas do projeto de extensão “Meninas Cientistas” do IFSP-Sorocaba

Para enriquecer o debate, o extensionista Danilo apresentou alguns dados retirados da “Revista Mulheres na Ciência” (Edição 1 – 2019), publicada pelo British Council e que está disponível para download aqui no link.  

Foto: Revista Mulheres na CiênciaFoto: Revista Mulheres na Ciência

 As pessoas que assistiram as apresentações pela transmissão simultânea feita pelo YouTube puderam realizar perguntas pelo chat desta ferramenta. Essas questões foram repassadas para os professores convidados que puderam respondê-las de modo, inclusive, a se aprofundar em alguns temas específicos.

 Esta ação foi realizada pela plataforma “meet.jit.si” com a transmissão simultânea (por streaming) tendo sido feita via YouTube pelo canal “Debate Consciência” canal este que pode ser acessado aqui no link. A gravação do vídeo com toda a atividade realizada (com duração de 2 horas e 43 minutos) pode ser assistida por qualquer interessado aqui no link.

Foto: Professores e estudantes debatem sobre o papel da Mulher na CiênciaFoto: Professores e estudantes debatem sobre o papel da Mulher na Ciência

 Esta foi uma ação realizada pelo projeto de extensão “Atividades audiovisuais de divulgação científica e cultural mediadas pela internet”. Este projeto foi aprovado no âmbito do edital 196 de 11 de junho de 2020 da Pró-Reitoria de Extensão do Instituto Federal de São Paulo – IFSP, referente ao “Programa Institucional de Apoio a Atividades de Extensão do IFSP – Em tempos de Distanciamento Social”, definido para o período da pandemia de COVID-19. Os recursos disponibilizados por este edital 196 permitem o financiamento de bolsas a seis alunos extensionistas selecionados para a execução das atividades previstas para este projeto, como foi o caso desta atividade. O objetivo deste projeto de extensão é colaborar para disseminar o conhecimento, a cultura, a ciência e o debate acerca de questões importantes nas vidas dos cidadãos, por meio da internet, durante a pandemia de coronavírus.

 Os bolsistas extensionistas deste projeto agradecem tanto à Pró-Reitoria de Extensão do IFSP pelas bolsas fomentadas pelo edital 196, quanto às pessoas que participaram ativamente e prestigiaram este vídeo-debate, inclusive por meio da realização de perguntas e reflexões pelo chat do YouTube. Sugestões para temas das ações futuras deste projeto são bem-vindas e podem ser feitas para qualquer um dos membros da equipe.

 

Fonte: Prof. Dr. Ricardo Roberto Plaza Teixeira

registrado em:
Fim do conteúdo da página